Inconfidência

Como avaliar o desempenho de terceirizados

Uma das maiores vantagens da terceirização de serviços é contar com profissionais qualificados. Os trabalhadores passam por treinamento específico e possuem experiência na função, garantindo um desempenho satisfatório.

Trata-se de uma solução natural para muitos negócios. Se você tem uma fábrica da calçados ou um escritório de contabilidade, provavelmente não entende tanto de jardinagem ou de limpeza de ambientes, né? Melhor deixar a missão para quem domina o assunto.

No entanto, é aí que vem a dúvida: como avaliar o trabalho da equipe terceirizada? Será que o resultado está, mesmo, adequado aos padrões de qualidade? É sobre isso que vamos falar hoje.

3 dicas de como avaliar a equipe terceirizada

Antes de tudo, certifique-se de encontrar uma prestadora de serviços com credibilidade. Pesquise sobre a reputação da marca e peça indicações para outros clientes. Isso diminui a probabilidade de surpresas desagradáveis, como desistência de trabalhadores ou quebra de contrato.

Quando já souber a qual empresa recorrer, marque uma reunião para acertar os detalhes. Chega o momento de pôr as primeiras dicas em prática.

1.Conheça os KPIs

Equipes experientes seguem indicadores de desempenho, também chamados de KPIs (Key Performance Indicators). São padrões de avaliação baseados na capacidade produtiva dos colaboradores.

Por exemplo, existe um cálculo de tempo padrão para a conclusão de determinadas atividades, considerando as especificidades do local. Vale lembrar que a higienização de um consultório médico, por questões sanitárias, é mais minuciosa que a faxina num quarto de hotel.

Além da cronometragem dos processos, os terceirizados vestem uniforme e seguem protocolos de conduta. Se ocorre uma falha, é preciso entender o grau de importância do problema, por que o episódio aconteceu e o que fazer para prevenir novos incidentes.

2.Estipule metas para a equipe

A definição dos KPIs é importante para entender o que pode ser feito, dentro do tempo do expediente, utilizando-se os recursos disponíveis. Digamos que você precise aparar a grama de um campo de futebol. Um jardineiro pode trabalhar sozinho, mas levará muitas horas para cumprir a missão. Caso haja urgência, serão necessários dois ou três profissionais atuando simultaneamente.

Ou seja: sabendo o que pode ser alcançado, fica mais fácil estipular o que deverá ser alcançado. Com as demandas descritas em contrato, você terá respaldo para cobrar resultados da terceirizada.

3. Mantenha a equipe motivada

Prestadores de serviços não fazem parte do quadro oficial de funcionários, muito menos geram encargos trabalhistas para a organização. Ainda assim, dividem o mesmo espaço que os demais colaboradores e merecem tratamento igualitário.

A preocupação com o clima organizacional é uma preocupação constante da gestão de pessoas. Portanto, busque entender quais são as necessidades dos profissionais terceirizados, assim como você faz com a equipe interna.

Abra-se a críticas e sugestões de melhoria dos processos. Diminua a insalubridade. Ainda, elabore atividades de integração ou alinhamento de pessoal.

Mostre que todos estão “no mesmo barco” e cumprem um papel importante para o sucesso coletivo. Isso eleva o nível de satisfação geral, fazendo com que cada um trabalhe ainda mais motivado.

Esperamos que as dicas de hoje sejam úteis para você avaliar o desempenho da equipe terceirizada. Obrigado pela leitura e até a próxima!

Assine nosso blog!

Assine nosso blog!