Inconfidência

Recomendações para a limpeza em supermercados

O cuidado com a limpeza em supermercados diz muito sobre a qualidade do serviço. O público nota quando a loja está desorganizada ou suja. Se o ambiente apresenta poeira, mofo ou odores ruins, é sinal de que os produtos podem não ser os mais adequados para o consumo. Difícil fidelizar clientela assim, certo?

Mais que um cartão de visitas, a higienização dos espaços é uma questão de saúde pública. Esse cuidado evita a contaminação de alimentos, principalmente em áreas como a padaria e o açougue. Ou seja, é preciso seguir boas práticas para manter as instalações sempre em ordem. Confira as dicas.

Boas práticas para a limpeza em supermercados

As precauções começam no galpão de estoque e se estendem para as gôndolas do salão. O mais importante é evitar a presença de pragas como ratos, baratas e moscas. Esses parasitas, que carregam microrganismos nocivos à saúde, precisam de abrigo e de comida para instalar as colônias. Sendo assim, procure:

– Vedar frestas nas paredes, que podem ser rota para invasores;

– Elevar as prateleiras, mantendo-as afastadas do chão e distantes umas das outras;

– Não acondicionar produtos junto às paredes;

– Limpar e faxinar o ambiente periodicamente

Quanto à higienização propriamente dita, existem normas específicas para empresas do setor alimentício. Supermercados costumam se enquadrar nessa categoria, já que possuem departamentos como a padaria e o açougue. As recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária constam na Resolução RDC 216. Veja algumas delas:

– Não aplicar odorizantes ou desodorantes em áreas de preparação ou armazenamento de alimentos;

– Utilizar apenas produtos saneantes recomendados pelo Ministério da Saúde;

– Tomar precauções para impedir que essas substâncias contaminem alimentos, já que algumas partículas ficam suspensas no ar;

– Reservar utensílios próprios para a limpeza do ambiente e outros específicos para a higienização dos equipamentos que entram em contato com alimentos;

– Descartar os resíduos conforme a legislação.

Como você pode perceber, o trabalho de limpeza de supermercados exige conhecimento técnico das equipes. Os colaboradores encarregados do serviço devem seguir os manuais de boas práticas, garantindo que os procedimentos de higienização não representem risco sanitário.

Ocorre que a capacitação de pessoal leva tempo. Uma tarefa tão delicada não se aprende de um dia para o outro. Mais que isso, é preciso investir dinheiro no treinamento dos funcionários e, claro, na aquisição de material sanitizante para a loja. Ou não?

Terceirização da limpeza em supermercados

A terceirização da limpeza em supermercados resolve essa questão. Primeiro, porque o contratante não precisa adquirir equipamentos, já que a própria prestadora de serviços oferece o material. A economia começa por aí. A manutenção fica a cargo da terceirizada.

Além disso, a equipe designada chega ao estabelecimento pronta para executar a missão. Todos os colaboradores já passaram por treinamentos e conhecem as melhores práticas do ramo. Desse modo, podem cumprir a tarefa com agilidade e qualidade, preservando a segurança e o bem-estar do público.

Quer saber mais? Então veja nosso post com cinco vantagens da terceirização de serviços. Com os profissionais certos, seu negócio tem tudo para prosperar ainda mais.

Assine nosso blog!

Assine nosso blog!