Como manter superfícies de alto toque livres de vírus

Como manter superfícies de alto toque livres de vírus

Desde que a Covid-19 se alastrou pelo Brasil, empresas do país inteiro têm reforçado os hábitos de higiene. O cuidado especial vai para superfícies de alto toque, isto é, os utensílios que são manuseados com mais frequência. A seguir, vamos dar algumas dicas básicas de como manter esses objetos sempre limpos. Confira!

Lavar as mãos evita contaminação de superfícies

Em primeiro lugar, precisamos reforçar uma recomendação de todas as autoridades de saúde. A higienização das mãos continua sendo uma das melhores formas de prevenir doenças.

Ao longo do dia, microrganismos vão se acumulando nas nossas palmas e nos nossos dedos. Se essas criaturas não forem removidas, poderão contaminar todas as coisas que tocarmos.

Sendo assim, lembre-se de esfregar água e sabão nas mãos várias vezes ao dia – ao chegar da rua, antes de manipular alimentos, após ir ao banheiro etc. Na falta de água corrente, vale aplicar álcool em gel na concentração 70%, ideal para eliminar vírus e bactérias.

Sempre higienize as superfícies de alto toque

O conceito de “superfície de alto toque” varia conforme a atividade desenvolvida. Numa cozinha industrial, as panelas e os talheres entram nessa categoria. Já no dia a dia de um escritório, é preciso prestar atenção ao teclado do computador e à tela do smartphone. Independentemente do tipo de serviço, toda ferramenta de trabalho deve ser higienizada após o uso.

Em geral, basta um pano macio umedecido com alguma substância desinfetante. Álcool e água sanitária são as opções mais comuns. Porém, lembre-se de que, por serem abrasivos, esses produtos podem causar danos em aparelhos mais sensíveis.

Os eletrônicos, por exemplo, têm que ser higienizados com álcool isopropílico. É importante desligá-los antes da limpeza para evitar incêndios.

Banheiros são perigosos para a transmissão de doenças

Quando falamos de vírus e bactérias, as precauções devem ser redobradas no banheiro da firma. Imagine só. Alguém assoa o nariz e joga o papel na lixeira ao lado do vaso. Depois, aciona a descarga com as mãos sujas. Pronto: os germes já estão por toda parte.

Para minimizar os riscos do contato com áreas contaminadas, indicamos:

– Limpar o assento sanitário com papel higiênico antes de usá-lo;

– Fechar a tampa na hora de dar descarga;

– Não utilizar o celular dentro do banheiro;

– Lavar bem as mãos antes de sair.

As equipes de limpeza, por sua vez, devem reforçar a faxina desse local. Além de higienizar o interior das cabines, é necessário observar piso, bancadas, torneiras e maçanetas.

Quer uma limpeza segura? Terceirize o serviço

A correta higienização de ambientes corporativos requer conhecimento técnico. Os colaboradores responsáveis pela função precisam utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPI), garantindo sua própria segurança. Junto a isso, devem saber manusear os artigos de limpeza corretamente, já que a combinação equivocada de químicos pode danificar o mobiliário e até causar explosões.

Quer uma dica? Terceirize o serviço de limpeza. Desse modo, você terá a colaboração de profissionais altamente qualificados. E o melhor: com menos custo para o seu negócio. Acesse o link ao lado e saiba mais. 😉

A Inconfidência tem mais de 47 anos de experiência em terceirização. Conte conosco! Basta entrar em contato e solicitar um orçamento.

Atendimento via WhatsApp
Converse via WhatsApp com nossa equipe para tirar suas dúvidas ou solicitar a visita de um consultor em sua empresa