Inconfidência

Limpeza pós-obra: empreendimentos imobiliários devem terceirizar o serviço

Terminada a construção, um imóvel ainda precisa passar pela vistoria antes de ser entregue. E essa etapa só é possível depois de uma boa limpeza pós-obra. Mais que uma faxina, o procedimento ajuda a atestar a qualidade da edificação. Porém, devido às especificidades desse trabalho, é necessário contar com a ajuda de especialistas.

Importância da limpeza pós-obra

A limpeza deve ser feita tão logo a empreitada seja concluída. E não se trata de uma questão meramente estética.

Com a área limpa, dá para perceber possíveis defeitos ou vícios construtivos. Estamos falando dos erros de acabamento, da pintura malfeita, do azulejo trincado, entre outros problemas que podem acontecer durante a execução da obra.

Identificar esses detalhes é importante para que a equipe responsável consiga providenciar os devidos reparos. Assim tudo fica perfeito para o momento da vistoria, evitando-se possíveis atrasos na entrega do imóvel.

É claro que, havendo necessidade de ajustes, a limpeza pós-obra deve ser realizada mais de uma vez. Portanto vale a pena prever um período extra dentro do cronograma do projeto, que funcionará como uma janela para imprevistos.

Como a limpeza pós-construção deve ser feita

Vale mencionar que esse tipo de operação não é uma simples faxina. Ela envolve sujidades complexas, como restos de cimento, tinta e outros materiais de difícil remoção. Por esse motivo, a equipe responsável pela atividade deve conhecer as melhores práticas de limpeza pós-obra.

Por exemplo, imagine molhar acidentalmente uma parede de gesso. Se o local ainda estiver fresco, a estrutura pode se desmanchar e virar uma maçaroca.

E se houver respingos de tinta no piso de porcelanato? Não dá para utilizar qualquer produto de limpeza, pois os abrasivos podem riscar essas peças.

Saiba mais: Como lidar com as sujeiras incrustadas no piso

Algo similar acontece com o alumínio presente em esquadrias metálicas. Ele não deve ser limpo com água sanitária, já que o cloro causa manchas.

Ou seja: o ambiente da obra demanda equipamentos específicos e técnicas especiais para a retirada da sujeira. Apenas um time de profissionais capacitados poderá cumprir essa missão do jeito certo.

Como organizar a limpeza pós-obra

O ideal seria ter protocolos de limpeza ainda durante a execução do projeto. A cada etapa concluída, é interessante remover o excedente de entulhos – uma forma de lidar com a sujeira mais pesada.

Quando a construção estiver pronta, ou mesmo na fase de acabamentos, aí entram em ação os especialistas. Hora de terceirizar o serviço.

Uma equipe terceirizada de limpeza pós-obra conhece as melhores técnicas para lidar no canteiro. Esses profissionais têm experiência no ramo e passam por cursos de capacitação periódicos. Desse modo, podem remover as sujidades da maneira correta, sem danificar as estruturas recém-concluídas.

O melhor é que, como já são treinados, os profissionais chegam ao local prontos para executar o serviço. Assim a empreiteira não perde tempo e pode cumprir os prazos estipulados no cronograma.

Saiba mais: Limpeza pós-obra agiliza a entrega do empreendimento

Gostou da ideia? Então entre em contato com a Inconfidência e solicite um orçamento para limpeza pós-obra. Teremos satisfação em colaborar com o sucesso de seu projeto.


Assine nosso blog!

Assine nosso blog!