Inconfidência

Manutenção preventiva: zeladoria reforça a segurança predial

Um edifício envelhece como o corpo humano. Sem cuidados ao longo da vida, a tendência é que a estrutura se deteriore mais rápido. Por isso a manutenção predial preventiva deve ser observada tanto nos prédios de moradia quanto nos condomínios comerciais.

Essas ações, além de preservar o patrimônio, também significam economia. Quer saber por quê? Então siga conosco. Explicaremos a importância da manutenção predial, como a atividade deve ser feita e qual é o papel da zeladoria nessa área.

Por que a manutenção preventiva é importante

As edificações mais recentes contam com um plano de manutenção preventiva. Nesse documento constam todos os itens que devem ser verificados periodicamente para garantir o funcionamento dos sistemas.

Essa precaução assegura a longevidade das estruturas. Isso porque eventuais problemas são evitados ou corrigidos logo no início, impedindo acidentes graves.

Trata-se de uma atitude similar aos cuidados com o próprio corpo. Afinal, o que é mais fácil: praticar atividades físicas regulares ou lidar com as consequências do sedentarismo?

Prevenir sempre será mais seguro e barato que remediar. Inclusive, a manutenção predial pode ser prevista no calendário do condomínio com mais precisão.

Alguns síndicos até reclamam do custo, mas essa despesa deve ser encarada como um investimento. Lembre-se de que uma parada não programada, para consertar um incidente inesperado, vai sair mais caro. Corrigir algo que deu errado é mais complexo e oneroso que manter as estruturas como elas estão.

Saiba mais: Importância da manutenção predial preventiva

Como a manutenção predial deve ser feita

Existem diversos elementos que entram na vistoria das instalações prediais. A lista inclui, por exemplo:

– Medição ôhmica do sistema de pára-raios, uma vez ao ano, para verificar as condições de escoamento das correntes elétricas;

– Higienização dos reservatórios de água a cada seis meses, evitando a proliferação de sujeira e parasitas;

– Controle de pragas nos espaços comuns do prédio;

– Recarga dos extintores de incêndio de acordo com o prazo de validade;

– Observação do funcionamento das bombas de água;

– Vistoria das casas de máquinas dos elevadores, a fim de encontrar infiltrações, problemas elétricos ou outros aspectos técnicos que comprometam os equipamentos;

– Manutenção de portões eletrônicos, câmeras de vigilância e demais itens de segurança.

É necessário contratar profissional de engenharia para emitir um laudo técnico atestando a segurança das instalações. Em Porto Alegre, essa é uma exigência da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (SMAMS). Entre em contato com a prefeitura de sua cidade para saber como proceder no seu caso.

Saiba mais: Ascensorista garante mais segurança em prédios comerciais

Zeladoria colabora na manutenção predial

A figura do zelador é essencial na manutenção de prédios. Esse profissional fica responsável por providenciar os pequenos reparos no dia a dia. Ele também observa as condições de funcionamento das estruturas, mantendo um olhar atento para preservar a integridade e a segurança do espaço.

Contar com zeladoria no condomínio é como investir em atividade física. Assim, quando for hora de emitir o laudo técnico da inspeção, as chances de “infarto” serão muito menores, o que previne gastos com consertos de emergência.

A Inconfidência disponibiliza equipes terceirizadas de zeladoria. Nossos colaboradores são altamente qualificados e passam por treinamentos regulares. Dessa forma, eles chegam ao local prontos para executar qualquer missão.

Quer saber mais? Entre em contato conosco e solicite um orçamento. Atendemos em todas regiões do Rio Grande do Sul.

Assine nosso blog!

Assine nosso blog!