Água parada no condomínio? Evite esse perigo.

Água parada no condomínio? Evite esse perigo.

Dengue, zika, chikungunya e até febre amarela: essas são algumas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Como você já deve saber, o inseto se reproduz em água parada. Será que seu condomínio está livre das ameaças?

Todo morador pode e deve atuar no combate à praga. Estamos falando daquelas atitudes simples, como limpar os pratinhos dos vasos de plantas. Porém, boa parte dos criadouros de larvas só pode ser eliminada com ajuda profissional. Continue a leitura e descubra locais inusitados que podem servir de berço para o mosquito da dengue.

Locais que acumulam água parada no condomínio

Calhas – Esses mecanismos servem para escoar a água da chuva, mas também acumulam sujeira. Alguns exemplos são folhas, galhos de árvores e ninhos de passarinho. Dependendo da quantidade de detritos, o fluxo da água é interrompido, criando poças onde a fêmea do Aedes aegypti pode depositar ovos.

Resultado: os mosquitos se proliferam no telhado, sem que ninguém perceba. Portanto, a limpeza das estruturas deve fazer parte da rotina de manutenção do condomínio.

Caixas d’água – Os reservatórios também ficam inacessíveis aos condôminos. Geralmente, estão em torres altas, ou mesmo no topo dos prédios.

Os recipientes modernos contam com tampa, o que dificulta a entrada de bichos. No entanto, com o tempo de uso, esses materiais podem apresentar rachaduras. Além disso, a ação de ventos e tempestades costuma danificar a caixa d’água, deixando-a vulnerável aos mosquitos. Os profissionais da zeladoria devem estar atentos.

Playground – Alguns brinquedos das pracinhas de recreação são elaborados com peças recicladas. É o caso dos balanços feitos de pneus, por exemplo. E bem sabemos como a água parada se esconde com facilidade nas curvas desses objetos, né?

Só que os vizinhos nunca se responsabilizam pela limpeza da área externa. Esse acaba sendo um trabalho para funcionários do condomínio (quando há, claro). Sem uma equipe designada para inspecionar o playground, bastam alguns dias de chuva e as primeiras larvas de mosquito surgem por ali.

Lixeiras – Os grandes conjuntos habitacionais mantêm vários pontos de coleta de lixo. Há tanto as caçambas, que recebem resíduos das casas e apartamentos, quanto os latões espalhados por quiosques e demais espaços de lazer.

Volta e meia, alguém esquece a tampa de alguma lixeira aberta. E se chover? Exatamente: o acúmulo de líquido pode gerar mais um foco de Aedes aegypti.

Terceirize a limpeza para evitar água parada

Equipes profissionais de limpeza conhecem os perigos da água parada. Portanto, elas tomam precauções para eliminar criadouros de mosquito nos ambientes externos do condomínio.

Terceirizar esse serviço é a garantia de mais segurança para você e seus vizinhos. As empresas prestadoras realizam capacitações periódicas com os colaboradores, de modo que eles conheçam as melhores práticas de higienização. No mais, todo o trabalho é feito na companhia de um supervisor capaz de identificar ameaças sanitárias.

Para completar, a terceirização da limpeza custa menos. Paga-se apenas uma taxa, sem encargos trabalhistas associados. (Clique no link e saiba mais.)

Gostou da ideia? Então fale com o seu síndico sobre a Inconfidência. Nossa equipe está pronta para atender à sua demanda.

Atendimento via WhatsApp
Converse via WhatsApp com nossa equipe para tirar suas dúvidas ou solicitar a visita de um consultor em sua empresa