Lancherias: cuidados de higiene na copa e na cozinha

Lancherias: cuidados de higiene na copa e na cozinha

Uma lancheria oferece dois ingredientes responsáveis pela proliferação de germes: manipulação de alimentos e alta circulação de pessoas. Portanto, os cuidados na copa e na cozinha devem ser redobrados.

Aqui no nosso blog, já falamos sobre os riscos da contaminação cruzada (vale a pena acessar o link e conferir o post). Sem a devida higienização do ambiente, as bactérias que estavam num utensílio podem se espalhar pela comida e por outros objetos, atingindo inclusive as pessoas no salão.

Também devemos lembrar dos vírus. Desde que a pandemia de Covid-19 foi decretada, em março de 2020, novos hábitos de desinfecção e asseio pessoal tiveram de ser adotados nos restaurantes. São eles que garantem um serviço seguro tanto para os clientes quanto para os colaboradores.

Cuidados indispensáveis de higiene em lancherias

As dicas abaixo servem para adaptar o seu negócio aos tempos atuais. Elas foram baseadas em reportagem da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, com informações da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e de uma consultoria de foodservice. Com estas precauções extras, sua lancheria transmitirá uma imagem de qualidade e preocupação com o bem-estar do público. Confira:

  1. Converse com sua equipe

É importante que todos os trabalhadores de copa e cozinha tenham noções básicas de higienização. Oriente-os com base em manuais confiáveis de boas práticas, sem alimentar fake News. No mais, caso alguém apresente sintomas de gripe, dê uns dias de folga para essa pessoa. O contato com colegas doentes aumenta o risco de contágio.

  1. Dê condições para que os funcionários lavem as mãos

Também já explicamos aqui no blog sobre a necessidade de lavar as mãos com frequência. Isso diminui a quantidade de microrganismos no ambiente. Para que os colaboradores consigam se higienizar, certifique-se de que as pias estejam abastecidas com água, sabão e papel toalha.

  1. Forneça álcool gel

Os frascos com álcool em gel 70% devem estar na entrada do estabelecimento (para o público higienizar as mãos), próximo ao caixa e em outros pontos estratégicos do local. Eles serão especialmente úteis para os garçons, que circulam bastante pela casa e nem sempre conseguem parar para lavar as mãos no banheiro.

  1. Mantenha o lugar arejado

Quando possível, deixe portas e janelas abertas para a circulação natural do ar. Isso ajuda a dispersar aerossóis que carregam vírus. Se for necessário recorrer ao ar-condicionado, assegure que o aparelho esteja com os filtros limpos e a manutenção em dia.

  1. Conte com higienização profissional

Tenha sempre alguém na função de limpeza e desinfecção do ambiente. Numa lancheria, é essencial lavar pratos e talheres, passar pano no piso e nas mesas, higienizar a chapa de lanches… A lista de tarefas é longa, mas necessária para você não ter medo que visitem a sua cozinha. Inclusive, as boas condições do lugar são mais que uma questão sanitária: são uma oportunidade de fidelizar clientela!

Precisa de ajuda para escolher bons profissionais? Então confie na Inconfidência. Com nossos colaboradores terceirizados, você terá uma equipe altamente qualificada para realizar a higienização de seu estabelecimento. E o melhor: sem pagar caro por isso. Saiba mais no nosso artigo sobre a relação custo/benefício da terceirização.

Atendimento via WhatsApp
Converse via WhatsApp com nossa equipe para tirar suas dúvidas ou solicitar a visita de um consultor em sua empresa